RLSNEWS

  • Blog Stats

    • 350,282 visitas
  • Aprenda

  • RSS

  • site statistics

  • Greve da Receita faz fábricas de celulares e eletrônicos pararem produção by RLSNEWS
    abril 3, 2008, 3:06 pm
    Filed under: Notícias

    Mais de US$ 50 milhões em mercadorias aguardam fiscalização em Manaus e 1,2 mil funcionários estão parados, diz sindicato. A greve nacional dos auditores da Receita Federal, que já dura 16 dias, já afetou a produção de eletroeletrônicos e celulares no Brasil, de acordo com representantes da indústria.

    Fabricantes de celulares e eletroeletrônicos instalados na Zona Franca de Manaus – como Nokia, Panasonic, Samsung e Sony – estão com as linhas de produção paradas, segundo o presidente do sindicato da indústria de aparelhos eletroeletrônicos e similares de Manaus, Wilson Périco.

    A estimativa é de que 50 milhões de dólares em mercadorias estejam parados na alfândega aguardando fiscalização em Manaus, segundo Périco. O Número de funcionários afastados dos postos de trabalho já ultrapassa os 1,2 mil, de acordo com ele.

    A Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros) já havia alertado em comunicado no início desta semana que seus associados contabilizavam uma semana de atraso na importação de componentes, além de problemas na exportação.

    “Os estoques de componentes nas indústrias são bastante reduzidos, afetando algumas linhas de produtos, situação esta que pode se agravar, com a paralisação da produção, se o ingresso de componentes importados não for normalizado logo”, antecipou a associação.

    “Já é prejuízo para as empresas, porque mesmo que se retome a produção, será necessário trabalhar em esquema de hora extra”, afirmou Périco. Além disso, a recorrência de paralisações pelo funcionalismo público pode afetar os investimentos de fornecedores multinacionais no País, de acordo com ele.

    “É o sexto ano que temos problemas de paralisação do funcionalismo público. O capital vai buscar o lugar mais seguro, coisa que não temos”, critica Périco. “Se houver riscos, os contratos de fornecimento podem ser direcionados a outros países”, ele acrescenta.

    A preocupação da indústria com a situação é ainda mais grave pela proximidade do Dia das Mães, segunda data comercial mais importante do ano, atrás apenas do Natal.

    A Eletros disse em seu comunicado que, com a greve, “a indústria eletroeletrônica de consumo poderá perder volume expressivo de negócios no Dia das Mães”. Segundo presidente da associação, o movimento “tem forte impacto nas empresas e trará conseqüências negativas inclusive para os consumidores”.

    Outra conseqüência possível é a redução de postos de trabalho em Manaus. Segundo Périco, se contratos forem remanejados em função da paralisação, pode haver redução permanente da força de trabalho das empresas de eletroeletrônicos.

    De acordo com o presidente do sindicato, não há sinalização de resolução do impasse antes do final da semana, uma vez que a próxima reunião do Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal (Unafisco) está marcada apenas para a próxima segunda-feira (07/03).

    Fonte: IDG Now!


    Deixe um comentário so far
    Deixe um comentário



    Deixe uma resposta

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s



    %d blogueiros gostam disto: